Agricultura

Bill Gates: “Um bilhão de pessoas morreria se não tivéssemos fertilizantes”

por Leonardo Gottems Ele é conhecido como o magnata fundador da Microsoft e criador do sistema operacional Windows. Também se notabiliza por ações sociais, e por conduzir uma empresa que saiu de uma garagem para conquistar o planeta. No entanto, revelou-se este mês um admirador da agricultura – e especialmente dos fertilizantes. “Os fertilizantes são muito interessantes. Não poderíamos nos alimentar – um bilhão de pessoas teria que morrer – se não estivéssemos utilizando fertilizantes”, disse Gates em entrevista ao jornalista Charlie Rose no programa "60 Minutes" da Rede CBS. Em uma carta pública que costuma escrever anualmente, pediu aos Estados Unidos e a outras nações desenvolvidas que prestigiem a atividade rural. “A agricultura é um grande exemplo de algo fundamental para o pobre que recebe muito pouca atenção nos países ricos. Questões agrícolas raramente estão nos noticiários. As exceções acontecem quando o alimento está contaminado, quando os subsídios do governo estão sendo debatidos, ou quando há uma fome”, lamentou. Gates adverte que, ao longo da última década, a demanda por alimentos e os preços subiram. Ao mesmo tempo, a mudança climática ameaça a produção, e em muitos países já há escassez. “É chocante – para não dizer falta de visão potencialmente perigosa – o pouco dinheiro que é gasto em pesquisa agrícola. No total, apenas US$ 3 bilhões por ano são gastos em pesquisa das sete culturas mais importantes”, avaliou.   Fonte:Agrolink

Colheita da soja em Mato Grosso chega a 2 milhões de hectares

A colheita da soja em Mato Grosso chegou a uma área de 2,1 milhões de hectares. Os produtores do estado precisam ainda expandir a colheita em 73% para atingir todo o espaço reservado para o grão, no total de 7,8 milhões de hectares. O acompanhamento da colheita foi divulgado na sexta-feira (15) pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).   O analista do Imea, Cleber Noronha, explica que as chuvas estão atrapalhando os trabalhos no campo. Ele ressalta ainda que, devido as chuvas, os produtores temem perdas na produtividade. "O Imea levantou que, com 10% da área colhida as perdas chegam a 45 mil toneladas. Com o avanço da colheita os prejuízos podem ser maiores".   De acordo com o boletim, na região oeste os trabalhos estão mais avançados, alcançando 37,6% da área de 1 milhão de hectares, seguindo pelo médio-norte, com 29,9% de colheita concluída. O sudeste e o centro-sul seguem com 27% e 25% da área colhida, respectivamente. A colheita chegou a 24% no norte e 22% no noroeste do estado. O nordeste a colheita é mais lenta, alcançando 10% da área.   Fonte: Agrodebate.

Projeto pode reduzir dependência em fertilizantes

A exploração das reservas de carnalita, minério do qual se extrai o cloreto de potássio, em Sergipe pela Vale Fertilizantes deve contribuir para a redução da dependência de importação de potássio do Brasil, afirmou o secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia, Carlos Nogueira da Costa Jr.

Leia Mais

Valor bruto de produção do milho é o mais alto da história, com a R$ 34,3 bilhões

O Valor Bruto da Produção (VBP) de milho em 2012 atingiu o patamar recorde de R$ 34,3 bilhões, informou nesta segunda-feira (17/12) a Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura. O resultado é o melhor da história e é praticamente o dobro do resultado obtido em 2006, de R$ 16,6 bilhões.  

Leia Mais

Valor da produção de soja pode passar dos R$ 100 bilhões em 2013

Após a soja em grãos atingir recorde histórico no valor da produção de lavouras de R$ 68,6 bilhões entre janeiro e novembro de 2012, a expectativa para o próximo ano é que esse resultado alcance um novo recorde, com um aumento de 52% no mesmo período em 2013, chegando a R$ 104,3 bilhões (descontada a inflação). Os dados do Valor Bruto da Produção (VBP) – elaborados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) – têm base nos levantamentos de safra da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística (IBGE).  

Leia Mais

Insumo deve encarecer custo da produção do milho em MT

Os produtores mato-grossenses estão focados no plantio da nova safra de soja, porém, outro ponto importante para a tomada de decisão para a segunda safra é o acompanhamento do custo de produção do milho. O custo dos insumos, que aumentou até agosto, reduziu em setembro 0,7%. A redução foi pequena, porém caminhou contra a tendência de alta do mercado, como ocorreu com o custo da soja, aponta o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Leia Mais

Custo de plantio da soja deve passar de R$ 17 bi

Os produtores de soja de Mato Grosso deverão desembolsar pouco mais de R$ 17,7 bilhões na safra 2012/2013 para plantar os estimados 7,890 milhões de hectares. O valor deve-se ao custo de produção que em setembro ficou em R$ 2.247 por hectare, 35,8% superior aos R$ 1.654 da safra 2011/2012. Frente ao mês de agosto o aumento é de 3,5%, quando o custo estimado por hectare era de R$ 2.170. Os insumos (sementes, fertilizantes e defensivos) representam a maior parte dos gastos dos sojicultores, cerca de 48,4%, R$ 1,088 do custo total do hectare de soja plantado. Os dados são do levantamento de custo de produção do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).  

Leia Mais

Superfosfato simples está 11,0% mais caro que em 2011

Os preços dos fertilizantes fosfatados subiram, em média, 2,7% em setembro, na comparação com agosto. Para o superfosfato simples granulado a alta foi de 3,3% neste período.   Segundo levantamento da Scot Consultoria, a tonelada do adubo ficou cotada em R$816,00 em setembro (preço médio). O pecuarista está pagando 11,0% mais pelo insumo em relação ao mesmo mês do ano passado.

Leia Mais

Governo vai lançar programa de concessões para estimular investimentos no sistema portuário

Na segunda quinzena de outubro, o governo deve lançar um programa de concessões para que o setor privado invista na construção de portos e melhoria da infraestrutura já existente no setor. Segundo o presidente da Empresa de Planejamento e Logística (EPL), Bernardo Figueiredo, o objetivo é reduzir em cerca de 30% o custo do escoamento dos produtos para baratear as exportações.

Leia Mais

Soja promete safra de ouro

Os produtores de soja começam a plantar uma supersafra que, a julgar pela lucratividade das vendas antecipadas, será recorde também na geração de renda no campo. Com custos estáveis, os agricultores do Paraná e de Mato Grosso aceleram o cultivo nesta semana diante de previsões de lucros superiores a 150%. Ou seja, para cada real investido na oleaginosa, deve-se arrecadar mais de R$ 2,50 brutos, conforme os cálculos dos especialistas. As projeções são animadoras e deixam para trás as quebras da seca 2011/12.

Leia Mais
  • Chinese (Traditional)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish