Atualidades

A Mitsubishi Corporation compra participação acionária na Península Fertilizantes

A Mitsubishi Corporation compra participação acionária na Península Fertilizantes Em 1 de Dezembro de 2014, o conglomerado japonês Mitsubishi Corporation (“Mitsubishi”) e a empresa de fertilizantes Peninsula International S.A.(“Companhia” ou “Peninsula”) celebraram um contrato de subscrição por meio do qual a Mitsubishi deterá 13,3% de novas ações de emissão da Companhia. A transação proporcionará à Peninsula recursos e fortalecerá sua estrutura de capital para dar continuidade ao seu plano de crescimento. Ainda é esperado que com a transação, Península e Mitsubishi, que já possuem uma relação comercial, estreitem ainda mais sua parceria. A Peninsula é uma empresa de capital nacional, que em 2014 completou 20 anos de atuação na formulação e distribuição de fertilizantes tendo operações principalmente nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná, além da região do MAPITO (Maranhão, Piauí e Tocantins) através de sua subsidiária Península Norte. A Companhia ainda atua no Paraguai, através de sua subsidiária Peninsulpar onde conta com uma operação de mistura, porto e distribuição de fertilizantes com logística integrada. Mitsubishi Corporation é um conglomerado global que desenvolve e opera negócios em praticamente todos os setores, incluindo finanças, industrial, energia, metais, máquinas, produtos químicos, elementos essenciais de vida e ao meio ambiente. Com mais de 200 escritórios e subsidiárias em cerca de 90 países em todo o mundo e uma rede de mais de 600 empresas do grupo, a Mitsubishi conta com aproximadamente 65.000 colaboradores. A transação é sujeita a aprovação pelo CADE.   Mitsubishi Corporation to acquire shareholding in Peninsula Fertilizantes On December 1st of 2014, the Japanese conglomerate Mitsubishi Corporation (“Mitsubishi”) and the fertilizer producer Peninsula International S.A. (“Company” or “Peninsula”) entered into a subscription agreement under which Mitsubishi will hold 13.3% of new shares of the Company. The new corporate structure and the capital increase will provide the Company the necessary resources to continue its growth plan. It is also expected that with this transaction, Peninsula and Mitsubishi, will further strengthen their long standing business relationship. Peninsula is a Brazilian company, having completed 20 years of experience in 2014, engaged in the blending and distribution of fertilizers, with operations primarily in the states of Mato Grosso, Mato Grosso do Sul and Paraná, in addition to the MAPITO region (states of Maranhão, Piauí and Tocantins) through its subsidiary Peninsula Norte. The Company also operates in Paraguay, through its subsidiary Peninsulpar, where it has a blending operation, port and distribution of fertilizers with integrated logistics. Mitsubishi Corporation is a global integrated business enterprise that develops and operates businesses across virtually every industry including industrial finance, energy, metals, machinery, chemicals, living essentials, and environmental business. With over 200 offices and subsidiaries in approximately 90 countries worldwide and a network of over 600 group companies, Mitsubishi employs a multinational workforce of over 65,000 people. The transaction is subject to CADE1’s approval. 1)            Brazilian Antitrust Regulator

Representantes do USDA projetam safra brasileira de soja em 89,5 milhões de toneladas

Para os representantes do USDA no Brasil, colheita recorde deve possibilitar exportação recorde, mesmo com problemas de logística (Foto: Editora Globo) Um relatório feito por representantes do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) no Brasil estima a produção para a soja brasileira na safra 2013/2014 em 89,5 milhões de toneladas. O número está acima do recente relatório mensal de oferta e demanda, divulgado pelo próprio USDA no início do mês, que apontada 89 milhões de toneladas. O documento é datado do último dia 23 de janeiro e não representa uma projeção oficial do governo americano. A estimativa para a produção brasileira é quase igual à do relatório oficial para a safra americana, que é de 89,51 milhões de toneladas de soja na safra 2013/2014. Os representantes do USDA informam que a previsão se baseia na ampliação da área plantada e em rendimentos acima do esperado em plantações de soja de ciclo precoce. Ressalta que, entre o final de dezembro e o início de janeiro, ocorreram chuvas irregulares em algumas regiões do país, mas com impacto pequeno sobre a produção. O relatório projeta exportações de 46 milhões de toneladas de soja por parte do Brasil, número também acima da estimativa feita pelo relatório mensal de oferta e demanda do USDA (44,5 milhões de toneladas). “Com a projeção de uma colheita recorde, o Brasil terá um amplo suprimento para atender as necessidades do mercado internacional.” No entanto, lembra que os problemas de logística continuarão a dificultar a vida dos exportadores. “O transporte do campo ao porto continua a ser o grande desafio para os comerciantes de commodities. Melhorias na logística e no transporte de 2013 para 2014 foram marginais”, relata o representante do USDA. O consumo interno de soja no Brasil é estimado pelo relatório em 41,2 milhões de toneladas, também acima do documento oficial do USDA, publicado no início do mês (40,8 milhões). Os estoques finais da safra 2013/2014 são calculados pelo representante do governo americano em 4,37 milhões de toneladas.

  • Chinese (Traditional)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish